Superdotação - Potencial humano em favor de todos

Artigos

Breve análise da vida de Nikola Tesla

» Apresentação Inicial

Nascimento: Nikola Tesla (1856 – 1943) nasceu em Smijan, Império Austro-Húngaro, hoje território da Croácia, em 10 de julho de 1856.

casa em que nasceu Nikola Tesla

Casa em que nasceu Nikola Tesla, em Smijan.

Família: seu pai, Milutin Tesla (1819 - 1879), foi presbítero da Igreja Ortodoxa. Era bastante intelectualizado, possuindo grande biblioteca em casa. Milutin não não permitia que Nikola lesse seus livros e o pressionava para entrar no clero. Sua mãe, Georgina Duka Mandici (1822 - 1892), era filha de padre da Igreja Ortodoxa. Não sabia ler, porém memorizava muitos poemas épicos. De família de inventores, Mandici possuía talento na elaboração de utensílios domésticos. Influencia Nikola na questão de inventos. Tesla era o quarto de 5 filhos do casal.

"Eu queria ser engenheiro, mas meu pai era inflexível. Ele era filho de um oficial que servira no exército do Grande Napoleão e, como seu irmão, professor de matemática numa importante instituição, recebera uma educação militar. (...) Ele era um homem erudito, um autêntico filósofo da natureza, poeta e escritor, e seus sermões eram considerados tão eloquentes quanto os de Abrão" fala Tesla sobre o pai em sua autobiografia.

Nikola Tesla jovem

Formação: Nikola Tesla estudou Engenharia Elétrica, porém não se sabe ao certo se recebeu o grau de bacharelado. Foi autodidata em física, matemática e filosofia.

Classe social: nasce em família de classe média, morre pobre apesar de seus inventos.

Rede de relações: Thomas Edison (1847 - 1931), foi inventor, cientista e empresário americano, sendo o o principal rival de Tesla. George Westinghouse (1846 - 1914), empresário e engenheiro americano, foi o primeiro investidor financeiro dos projetos de Tesla, quando ninguém lhe dava creditibilidade, o acompanhando durante muitas décadas.

» Principal Contribuição de Tesla para a Humanidade

O maior legado de Tesla para a humanidade foi a elaboração do modelo de corrente alternada, que utiliza transmissão de energia a longas distâncias através de alta tensão. Daí surgiram os transformadores utilizados até hoje entre os sistemas de geração e as unidades de consumo, de modo a diminuir a tensão antes de a energia entrar na casa das pessoas. Com isso, Testa tem fundamental impacto na distribuição de eletricidade para toda população.

Seu sistema substituiu o modelo de corrente contínua, de Thomas Edison, que faz a transmissão com a tensão que a energia é utilizada na unidade de consumo. Logo, é muito mais difícil fazer a transmissão para longas distâncias.

Motor de corrente alternada de Nikola Tesla

Motor de corrente alternada de Nikola Tesla.

» Histórico de Vida

Quando Nikola Tesla tem 6 anos, em 1862, sua família de Tesla se muda para Gospi?, cidade um pouco maior e ao lado de Smijan. Na adolescência, vai estudar em Karlovac, onde fez 4 anos em apenas 3. Após, entra em Engenharia Elétrica no Politécnico Austríaco, em Graz, onde estudou sobre corrente alternada.

Em 1878 muda-se para Maribor, atual Eslovênia, onde começa a trabalhar como engenheiro assistente. É seu primeiro emprego. Neste período tem um colapso mental.

Seu pai o convence de frequentar a universidade de Praga. O faz e é onde conhece e é influenciado por Ernst Mach. Com a morte do pai, Tesla deixa novamente a universidade.

Em 1880 muda-se para Budapeste, onde trabalha na Companhia Nacional de Telefones. Cresce na empresa e depois desenvolve aparelho que muitos citam ser o primeiro amplificador.

Em 1882 a empresa lhe envia para Paris e Lyon para prestar trabalhos junto ao desenvolvimento técnico de aparelhos elétricos.

Nikola Tesla

Em 1884 muda-se para Nova Iorque e torna-se assistente técnico do famoso inventor Thomas Edison. Em 1886 tem sério desentendimento com Edison em razão de não receber gratificação financeira por invenções e aprimoramentos que tinha feito, como entendeu ter sido prometido. Com isso, deixa a empresa. Antes disso Tesla já tinha insatisfações por não ter o apoio que gostaria de Edison para fazer novos aparelhos.

Tesla diz que Edson o tinha desafiado para arrumar uma problema existente numa de suas invenções (de Edson), pois o mesmo não conseguia resolver e acreditava que Tesla também não conseguiria. Lhe promoteu $ 50.000 dólares caso tivesse êxito. Após Tesla resolver a questão, Edson fala que nunca fez tal promessa e ainda que não resolveu o problema pois não tinha tempo para questões simples.

Em 1887 tem contato com George Westinghouse e vende sua patente de corrente alternada. Após disputa com Thomas Edison, Tesla e Westinghouse conseguem que o governo adote este modelo como padrão, por possibilitar transmissão para longas distâncias.

A disputa entre Edison e Tesla é uma das mais famosas da ciência. O primeiro fazia uma série de campanhas contra Tesla, procurando sensibilizar a população para os riscos de eletrocussão da corrente alternada. Chegada a eletrocutar animais em praça pública com o sistema de Tesla para provar a periculosidade da corrente alternata.

A disputa entre Edson e Tesla é chamada de Guerra das Correntes, vencida pelo modelo de Tesla.

A partir de 1891 viaja pela Europa e EUA apresentando seu modelo de corrente alternada e outras invenções, como o motor elétrico, novos tipos de geradores, comunicação sem fio, lâmpada fluorescente, controle remóto por rádio e protótipos de transmissão de energia.

Você já curtiu este artigo?

Fez apresentações de transmissão de energia sem fio, o que deixava o público pasmo e até com medo. Apesar de nas demonstrações fazer a transmissão sem fio em pequenas distâncias, tinha o projeto de conseguir fazê-las a nível continental para promover o acesso da população mundial à energia.

Tesla entendia que a dificuldade de acesso a fontes energéticas levava países à guerra, logo, queria evitar estes conflitos distribuindo energia sem fio gratuita por todo o planeta.

Bobina de Tesla

Famosa imagem da Tesla com sua bobina.

» Curiosidades sobre Nikola Tesla

Especula-se que Tesla possuía memória fotográfica. Dedicava-se na leitura de muitas obras e memorizava livros inteiros.

Também relata em sua autobiografia que tinha clarões durante a juventude, muitas vezes com imagens que tinham conteúdos relacionados à ideia que estava trabalhando. Testa relata que conseguia visualizar em sua mente os detalhes do projeto que iria realizar, o podente testar mentalmente e chegar a conclusões. O motor de energia alternada, por exemplo, foi concebido por Tesla "de primeira", após ter clarão do modelo e testá-lo mentalmente.

"Na minha infância, sofria de uma estranha perturbação devido ao aparecimento de imagens, geralmente acompanhadas de fortes clarões de luz, que dificultava a visão de objetos reais e interferiam em meus pensamentos e atos" afirma Tesla em sua autobiografia.

Provavelmente Tesla possuía TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo, pois tinha muitas manias e fobias. Fazia tudo de acordo com o número 3 (por exemplo, não ficava em quartos de hotéis não divisíveis por 3), tinha fobia a brincos de pérola e apêssegos, além de obsessão por limpeza (não apertava a mão de ninguém). Odiava posar para retratos e era extremamente sensível à luz e ao som.

"Todos os atos repetidos ou operações que executava tinham de ser divisíveis por 3, e, se não desse certo, sentia-me obrigado a fazer tudo de novo, mesmo que levasse horas" afirma Tesla em autobiografia.

Certos bioógrafos também colocam a hipótese de Tesla ter mediunidade. Atualmente cientistas cada vez mais pesquisam fenômenos ditos paranormais, como pessoas que dizem conseguir ter experiências fora-do-corpo e acessar outros ambientes. Existem famosos experimentos científicos sobre o tema (a exemplo de pesquisas de Charles Theodore Tart. O parapsiquismo poderia ser uma capacidade de Tesla, como relata ele mesmo no trecho a seguir de sua autobiografia.

"Então eu começava a vagar instintivamente para além dos limites do mundinho do qual tinha conhecimento, e via novas cenas. No começo, eram muito desfocadas e indistintas, e se dissipavam quando eu tenta concentrar minha atenção nelas. Elas gaharam força e nitidez, e por fim, adquiriram a concretude de coisas reais. (...)Toda noite (e às vezes durante o dia), quando sozinho, eu partia para as minhas viagens - via novos lugares, cidades e países, vivia lá, conhecia pessoas, fazia amizades e tratava relacionamentos e, embora isto seja inacreditável, é fato que elas eram tão claras como as da vida real e nem um pouco menos intensas em suas manifestações. Fiz isso constantemente até os meus 17 anos."

Tesla era poliglota. Falava, além do sérvio, checo, inglês, francês, alemão, húngaro, latim e italiano.

O filme Secret of Nikola Tesla (Segredo de Nikola Tesla) retrata sua vida e pode ser visto legendado abaixo.

Está gostando desse artigo?
Cadastre seu email no campo abaixo para ser o primeiro a receber atualizações do site.

» Análise crítica sobre a personalidade Nikola Tesla

Sem dúvida Nikola Tesla apresenta traços de superdotação. Possuia grande capacidade de concentração, trabalhando por décadas sem férias (dizia que seu lazer era seu trabalho, logo já estava descansando enquanto desenvolvia seus projetos). Também tinha incrível capacidade cognitiva. Era autodidata, poliglota, criativo e detentor de grande resolução de problemas (base da invenção).

"No segundo ano daquela instituição, fiquei obcecado com a ideia de produzir movimento contínuo por meio de pressão de ar constante" diz Tesla sobre seus estudos na juventude. Tal comportamento é típico de superdotados.

Impressiona também seus traços de assistencialidade. Tesla buscava resolver problemas a nível global, preocupando-se com o bem estar de todos. Dois fatos podem traduzir este traço: 1) Tesla possuía um cheque de 5 milhões de dólares dado por Westinghouse, fruto dos royalties do uso de seu sistema de corrente alternada. Quando Westinghouse entra em falência e procura Tesla pedindo prazo para pagar os 5 milhões, Tesla b>rasga o cheque sob o argumento de quando esteve em dificuldade, foi Westinghouse o único que lhe ajudou. Agora que o amigo precisava de ajuda, ele faria o possível para retribuir.

Porém, Tesla é bastante complexo. Ao mesmo tempo que apresenta traços de pacifismo quando pensava em acabar com as guerras, também desenvolveu mísseis guiados por rádio e uma cadeira elétrica mais letal, um contra senso aos seus próprios princípios.

Também tinha uma grande prepotência, se achando superior as outras pessoas. Diversas vezes afirma que nunca errou, o que se sabe ser impossível para qualquer ser humano.

"Invarialmente, a minha inveção funcionava como imaginei que faria, e o experimento sai exatamente como eu planejei. Em vinte anos, não houve uma única exceção" afirma Tesla.

Durante a adolescência desenvolve certos vícios. Era adicto à jogos, fumo e café. Mas ainda na juventude, quando percebe o falefício destes comportamentos, larga todos do dia para à noite.

Nikola Tesla em seu laboratório

Nikola Tesla em seu laboratório.

Nikola Tesla pode ser considerado workaholic por trabalhar sem parar, inclusive tendo colpso mental por estafa. Chegava a trabalhar 18h30 por dia, como relatado em sua autobiografia.

"Por cerca de um ano, minhas horas de trabalho iam das 10h30 da manhã até 5h da manhã seguinte, sem um único dia de descanso".

Também não se pode deixar de citar o quanto era visionário. Tesla apresentava grande capacidade de predizer os acontecimentos futuros através de sua alta capacidade cognitiva e de associação. Por exemplo, ele deixou registrado potenciais do uso da energia sem fio que, para sua época, seriam impensáveis.

"Com ele, a voz e a imagem humanas serão reproduzidas em toda parte, e fábricas utilizarão energia de quedas-dágua localizadas a milhares de quilômetros; máquinas aéreas serão lançadas ao redor da Terra, sem interrupção, e a energia solar será utilizada para criar lagos e rios para fins motores, e desertos áridos serão transformados em terra fértil.".

Em suma, mesmo com dificuldades do TOC e pouco dinheiro, é inegável a grande contribuição para a humanidade que Tesla trouxe e seu exemplo de personalidade com alta habilidade. O estudo da biografia de Tesla pode trazer grandes ideias quanto à dedicação para uma causa em que se acredita, a aplicação de recursos intelectuais em favor dos outros e o interesse maior aos projetos do que ao dinheiro, fator que corrompe tanto nossa sociedade nos dias atuais.

Bibliografia:

1. Tesla, Nikola; Minhas Invenções: A Autobiografia de Nikola Tesla; Tradução Roberto Leal Ferreira; 1ª Ed.; Editora Unesp; São Paulo, SP; 2012.

Gostou? Então compartilhe!

Publicado em 19/09/2014

Autoria: Filipe Colpo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

GOSTOU? COMPARTILHE!

TOP 5 DA SEMANA

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do site!

LIVROS INDICADOS

Artigos | Clipping especializado | Livros | Links úteis | Contato